Publicidade

10 de Dezembro de 2013 - 16:49

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Após amargar uma temporada ruim com a camisa do Santos, depois de ter conseguido se destacar pelo Palmeiras, o volante Marcos Assunção não escondeu a emoção ao se despedir do clube, que não tem mais interesse em sua permanência para a temporada de 2014. O experiente jogador de 37 anos lamentou o fato de que foi atrapalhado por lesões que impediram a sua continuidade na equipe, primeiro sob o comando de Muricy Ramalho e depois com Claudinei Oliveira.

Em entrevista para o canal de TV do Santos, publicada nesta terça-feira, o atleta chegou a chorar ao falar desta frustrante terceira passagem com a camisa santista - antes ele defendeu o time entre 1995 e 1997 e entre 1998 e 1999, após uma temporada emprestado ao Flamengo. "Foi um 2013 muito ruim. Não canso de falar que gostaria que tivesse sido um ano diferente para mim. O meu planejamento era para ser um ano diferente. Meu ano não foi bom, meu joelho não me permitiu que eu jogasse bem, que fizesse gols", lamentou.

Assunção também admitiu que o investimento feito em seu futebol acabou não sendo recompensado, fato que o motivou a mandar um recado para os santistas: "Gostaria de pedir desculpas aos torcedores do Santos, pois não foi o ano que eu planejei".

Em seguida, o volante exibiu um pouco de dificuldade para falar ao lembrar, emocionado, que o Santos foi o seu primeiro grande clube, assim como abriu as portas para que ele pudesse atuar no futebol europeu, onde defendeu as camisas de Roma e Betis.

"Vou sentir falta disso aqui, pois foi aqui que tudo começou, foi através do Santos que fui para fora. Foi aqui que tudo aconteceu e onde tudo começou. Nestes 20 anos de futebol, fico até emocionado por tudo que aconteceu aqui. Agradeço a todos que me ajudaram e me desculpe por estar emocionado", afirmou Assunção, que defendeu o Santos pela última vez na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-PR, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?