Publicidade

08 de Dezembro de 2013 - 17:44

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Uma das quatro medalhas olímpicas ganhadas por Jesse Owens nos Jogos Olímpicos de Berlim, em 1936, foi vendida nesta madrugada por US$ 1,466 milhões (R$ 3,41 milhões), o maior valor já pago por qualquer objeto ligado ao olimpismo e é quase o dobro do antigo recorde. A casa de leilão que fez a venda afirmou apenas que o comprador preferiu se manter anônimo.

A medalha foi entregue para leilão pela viúva de Bill Robinson, um ator e dançarino que desenvolveu amizade com Owens depois que ele retornou dos Jogos Olímpicos. A expectativa era de que a medalha fosse adquirida por uma instituição que permitisse que o público tenha acesso ao ícone.

Owens foi um atleta negro que estragou os planos nazistas da época de mostrar a supremacia ariana nos Jogos Olímpicos e venceu quatro provas diante de Adolf Hitler: 100m, 200m, o revezamento 4x100m e o salto em distância.

O Comitê Olímpico Internacional lamentou a comercialização de "uma parte do patrimônio mundial", mas afirmou que não iria intervir na venda. A SCP Auctions, casa responsável pelo leilão, confirmou que a medalha é genuína. O paradeiro das outras três medalhas de ouro originais é desconhecido. Owens recebeu um conjunto de medalhas substitutas, que agora fazem parte de uma exposição na Universidade Estadual de Ohio, onde ele estudou.

Em abril, o troféu de prata recebido pelo vencedor da primeira maratona da Era Moderna dos Jogos Olímpicos, em 1896, foi vendida por 865 mil dólares e consistia no antigo recorde por um objeto olímpico.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?