Publicidade

05 de Dezembro de 2013 - 17:25

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O meia Souza, da Portuguesa, disse nesta quinta-feira que o time se recusou a treinar no dia anterior porque parte do elenco está com os salários atrasados. Além disso, o jogador não descartou que uma nova greve possa se repetir.

"Apenas os jogadores que estavam indo para os jogos e os reservas receberam dois meses dos quatro que estavam atrasados, mas os atletas que estavam no departamento médico não foram pagos", explicou Souza ao programa Arena SporTV. "Nos reunimos e entramos no consenso de que não iríamos treinar até que os salários desses atletas fossem acertados". completou.

O treino desta quinta-feira foi realizado normalmente, segundo informações do clube. A atividade foi fechada aos jornalistas porque, segundo a Portuguesa, o assessor de imprensa do time teria uma reunião e por isso, não poderia receber os veículos que fazer a cobertura do time.

As reclamações do elenco ganharam o apoio do movimento Bom Senso FC, que disse torcer por uma negociação amigável entre jogadores e diretoria. "É inadmissível ter o pagamento na conta e ver que o de um companheiro não está", disse Souza. A Portuguesa está na 13ª posição do Campeonato Brasileiro, com 47 pontos e tem chances absolutamente remotas de cair - precisaria perder do Grêmio e ver o Vasco tirar 11 gols de saldo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?