Publicidade

10 de Março de 2014 - 22:59

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

Dezenas de milhares de pessoas marcharam na Cidade do México nessa sexta-feira para protestar contra as reformas constitucionais que permitem a reabertura do setor de óleo e gás do país ao investimento estrangeiro, proposta apoiada pelo presidente Enrique Pena Nieto.

Estima-se que 65 mil pessoas se reuniram para o protesto na principal praça da capital. Cerca de 2,5 mil policiais foram mobilizados, mas não houve registro de incidentes de violência.

A marcha foi organizada pelo Partido da Revolução Democrática (PRD), oposição de esquerda ao Partido Revolucionário Institucional (PRI) do presidente Pena Nieto.

As reformas, que abrem a indústria de petróleo do México para os investimentos estrangeiros pela primeira vez em 75 anos, foram aprovadas no Congresso e ratificadas por uma maioria de estados mexicanos no final do ano passado.

As mudanças nas regras são apoiados por dois dos principais partidos do país, o PRI e o conservador Partido da Ação Nacional (PAN). Mas o PRD se opõe veementemente às reformas .

Muitos mexicanos têm orgulho da expulsão de empresas petrolíferas estrangeiras em 1938 pelo então presidente Lazaro Cárdenas. Um dos fundadores do partido de oposição, Cuauhtemoc Cardenas, é filho do ex-líder. "Todos os tipos de protesto são válidos", disse Cardenas à multidão durante o protesto, "incluindo a desobediência civil". Os investidores estrangeiros "estarão interessados em extrair a maior quantidade de petróleo possível no mais curto espaço de tempo", completou. O PRD quer realizar um referendo em 2015 para derrubar as medidas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você está evitando contrair dívidas maiores em função da situação econômica do país?