Publicidade

10 de Março de 2014 - 21:27

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A balança comercial do México registrou um superávit de US$ 1,66 bilhão em dezembro do ano passado, informou hoje o Instituto Nacional de Estatísticas. O resultado ficou bem acima das expectativas de economistas e foi impulsionado pelas exportações de petróleo e de produtos manufaturados. No ano de 2013, porém, o déficit comercial acumulado foi de US$ 1 bilhão.

A média estimada por seis economistas ouvidos pelo Wall Street Journal era de um superávit para dezembro de US$ 582 milhões.

Segundo os dados oficiais, em dezembro do ano passado, as exportações subiram 6,40%, para US$ 32,10 bilhões, em relação ao mesmo mês de 2012. As importações cresceram 4,20%, fechando em US$ 30,44 bilhões na mesma comparação. Em todo o ano de 2013, o México exportou US$ 380,20 bilhões e importou US$ 381,20 bilhões.

As exportações de petróleo subiram 13% em dezembro do ano passado em relação ao mesmo mês de 2012, com o aumento das vendas para o exterior de 1,174 milhões para 1,308 milhões de barris por dia pela Petróleos Mexicanos (Pemex), estatal que detém o monopólio do setor no país. As exportações de produtos manufaturados cresceram 4,30% na mesma comparação, liderada por derivados de aço.

Em dezembro do ano passado, as importações de bens de consumo cresceram 9,70% em relação ao mesmo mês de 2012. Na comparação, as importações de produtos manufaturados subiram 2,80% e de equipamentos e máquinas avançaram 6,80%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprovou a seleção convocada por Dunga?