Publicidade

29 de Dezembro de 2013 - 19:38

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

O ministro das Finanças do Japão, Taro Aso, disse que a prioridade do governo continua sendo impulsionar a economia. "Temos dito que a maior prioridade do gabinete de Abe (primeiro-ministro) está na economia e foi dessa forma que atuamos este ano", disse Aso em entrevista à rede nacional de notícias NHK.

A entrevista foi gravada na quinta-feira após uma controversa visita ao memorial de Yasukuni, que homenageia os mortos na guerra do Japão e autoridades do governo durante a Segunda Guerra Mundial, condenados por crimes de guerra. Visitas de autoridades do governo ao memorial causam normalmente reação da China e da Coreia, por conta da ocupação dos dois países durante a guerra pelo Japão.

Aso não fez menção direta à visita de Abe ao memorial, mas disse que o governo precisa garantir de que a economia esteja crescendo com vigor antes da elevação, prevista para abril, do imposto nacional sobre consumo, com o qual se espera melhorar as finanças federais.

O imposto sobre consumo deve subir para 8% em abril e para 10% em outubro de 2015, dos atuais 5%. O aumento em duas fases será direcionado para pagar os custos de expansão dos benefícios sociais da população idosa e recuperar o sistema de saúde do país.

Aso observou que o sucesso das políticas de flexibilização reforçaram os indicadores econômicos, o que é reconhecido até internacionalmente. Mas a inesperada visita de Abe a Yasukini indica um risco político ultranacionalista. Teme-se que Abe, com forte vantagem no Parlamento, abandone o foco na economia e se dedique a uma agenda política, que inclui reforma constitucional para reforçar o exército.

Investidores, principalmente de fora do Japão, colocaram muito dinheiro na Bolsa de Tóquio no ano passado, apostando que Abe cumprirá sua promessa de fortalecer a economia por meio de um programa abrangente de desregulamentação e incentivo ao empresariado. Fonte: Dow Jones Newswire.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?