Publicidade

16 de Dezembro de 2013 - 09:52

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O coronel da reserva da PM Luiz Nakaharada morreu no sábado, 14, de enfarte, em São Paulo. Ele participou do massacre do Carandiru, em 1992, e era o único acusado individualmente no processo. O coronel respondia por 5 das 78 mortes de detentos do segundo andar do Pavilhão 9 e aguardava julgamento. Nakaharada era do 3.º Batalhão de Choque e o oficial mais graduado na ação depois do coronel Ubiratan Guimarães, morto em 2006. Segundo a PM, ele sofria de problemas cardíacos e era aposentado desde 2009. Oficialmente, 111 presos morreram no massacre.

As informações são do jornal

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?