Publicidade

19 de Janeiro de 2014 - 19:19

Por Carla Araújo - Agencia Estado

Compartilhar
 

Na estreia do técnico Mano Menezes, de volta ao comando do Corinthians, o time mostrou disposição para apagar a imagem negativa do ano passado, de não conseguir balançar as redes. Assim, venceu a Portuguesa por 2 a 1, neste domingo, no Canindé, pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

O jogo começou movimentado. Logo aos dois minutos, após uma cobrança de falta de Romarinho, o zagueiro Gil recebeu de cabeça e marcou, mas ele estava em posição de impedimento e gol foi anulado. Na sequência, a Portuguesa foi ao ataque e obrigou o goleiro Walter a fazer uma grande defesa.

Depois de alguns lances para os dois lados e bastante movimentação nos primeiros minutos da partida, o Corinthians começou aos poucos a dominar o jogo. O estreante Uendel, aos oito minutos, fez uma bela jogada driblando a zaga da Lusa, mas não conseguiu concluir o lance. Logo depois, o volante Guilherme arriscou um chute forte de longe, mas goleiro Gledson afastou.

A Portuguesa tentava responder. Aos 12 minutos, depois de um cruzamento, Leandro recebeu a bola dentro da área corintiana, mas desperdiçou a chance ao chutar para fora. Apesar o lance, o Corinthians seguiu com maior domínio de bola.

Aos 23 minutos, o Corinthians teve outra boa chance em uma jogada que rendeu bronca de Mano Menezes a Danilo. O meia recebeu passe do peruano Guerrero, invadiu a área e, ao invés de chutar, optou em tocar para Romarinho, que viu a defesa afastar. O treinador ficou irritado, dizendo que o jogador deveria ter chutado ao gol.

Aos 26 minutos, Romarinho, que já tinha mostrado vontade ao participar do lance do gol impedido no início do jogo, começou a se destacar em campo, ao dar um belo drible no zagueiro da Lusa. Apesar disso, ele não conseguiu concluir a jogada com sucesso. Logo depois, o mesmo atacante passou por dois marcadores e sofreu falta de Bryan, que levou cartão amarelo.

Foi, então, que, com um cruzamento do lateral Uendel para a área, Romarinho finalmente conseguiu abrir o placar aos 34, de cabeça. O Corinthians ampliou a vantagem cinco minutos depois, com Guilherme, que também fez de cabeça após cruzamento de Edenílson.

Mas a Lusa mostrou que ainda estava viva no jogo e, já aos 47 minutos, conseguiu diminuir a vantagem corintiana. Leandro cruzou rasteiro para Henrique marcar. A bola ainda desviou no zagueiro Gil e enganou o goleiro Walter. Foi o último lance do primeiro tempo.

A segunda etapa começou de novo com o Corinthians melhor. Logo aos dois minutos, teve chances de aumentar o placar com Guerrero, que recebeu em velocidade e tentou encobrir Gledson, mas a bola subiu demais. Aos cinco, o peruano teve outra oportunidade, arriscou de fora da área no canto direito, mas viu o goleiro da Portuguesa conseguir buscar e jogar para escanteio.

O Corinthians continuou pressionando. Após um erro de Bryan, Guilherme chutou rasteiro e a bola passou muito perto da trave. Aos 24 minutos, Uendel deixou o marcador no chão e chutou na trave.

A Portuguesa tentou responder e, aos 25 minutos, teve uma boa oportunidade de empatar o jogo, mas o goleiro Walter impediu. Wanderson entrou na área praticamente sozinho e chutou em cima de Walter, que depois conseguiu defender o chute de Carlos Alberto no rebote.

A partida ganhou velocidade. E o Corinthians continuou indo para cima. Aos 26 minutos, por exemplo, Guerrero recebeu na área, mas foi travado. Emerson, que tinha entrado no lugar de Romarinho, pegou a sobra e tentou driblar, mas foi derrubado e pediu pênalti. O árbitro, porém, nada marcou.

Os dois técnicos resolveram mexer nos times. Na Portuguesa, Caio entrou no lugar de Leandro e Jean Mota substituiu Carlos Alberto. Já no Corinthians, Rodriguinho saiu para a entrada de Douglas e Alexandre Pato pegou a vaga de Guerrero. Após as alterações, o jogo continuou com mais alguns lances de perigo para os dois lados, mas acabou com a vitória corintiana na estreia do Paulistão.

FICHA TÉCNICA:

PORTUGUESA 1 x 2 CORINTHIANS

PORTUGUESA - Gledson; Diego Augusto, Valdomiro, Régis e Bryan; Renan, Diego Silva (Bruninho), Carlos Alberto (Jean Mota) e Wanderson; Leandro (Caio) e Henrique. Técnico: Guto Ferreira.

CORINTHIANS - Walter; Edenílson, Gil, Paulo André e Uendel; Ralf, Guilherme, Rodriguinho (Douglas) e Danilo; Romarinho (Emerson) e Guerrero (Alexandre Pato). Técnico: Mano Menezes.

GOLS - Romarinho, aos 34 minutos, Guilherme, aos 39, e Henrique, aos 47 minutos do primeiro tempo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?