Publicidade

19 de Janeiro de 2014 - 14:19

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Napoli se afastou da luta pela vice-liderança do Campeonato Italiano, ocupada pela Roma, ao só empatar com o Bologna por 2 a 2, neste domingo, fora de casa, em partida bastante movimentada e válida pela 20ª rodada. A equipe de Nápoles conseguiu uma virada, mas cedeu a vantagem aos 45 minutos do segundo tempo.

O empate levou o Napoli aos 43 pontos, com quatro a menos do que a Roma e a 12 da Juventus, folgada na dianteira do Campeonato Italiano. Já o Bologna, com 17 pontos, está em 18º lugar, na zona de rebaixamento.

Neste domingo, Bianchi abriu o placar para o time da casa aos 37 minutos do primeiro tempo. A reação do Napoli só veio na etapa final, com os gols marcados por Higuain, aos 16, e Callejon, aos 35 minutos. Aos 45, porém, Bianchi fez o seu segundo gol na partida e garantiu o empate para o Bologna, que teve um jogador expulso, mas mesmo assim conseguiu arrancar a igualdade.

A quarta colocada Fiorentina venceu com facilidade e ficou bem mais próxima do Napoli. Neste domingo, mesmo fora de casa, a equipe de Florença derrotou o Catania por 3 a 0, com todos os gols marcados no primeiro tempo. Matias Fernandez abriu o placar aos 25 minutos e o recém-contratado Matri definiu a vitória com os gols marcados aos 29 e aos 41 minutos. Assim, a Fiorentina chegou aos 40 pontos, enquanto o Catania é o lanterna, com apenas 13.

Já a Internazionale perdeu, fora de casa, para o Genoa por 1 a 0. O único gol da partida foi marcado por Antonelli. O tropeço manteve a equipe em quinto lugar, com 32 pontos, mas sob risco de ser ultrapassada pelo Verona, que enfrenta o Milan ainda neste domingo.

Fora de casa, o Torino venceu o Sassuolo por 2 a 0, enquanto o Parma bateu o Chievo por 2 a 1. Já o Atalanta venceu o Cagliari por 1 a 0, em casa.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da adoção de medidas, como tarifas diferenciadas e descontos, para estimular a redução do consumo de água?