Publicidade

22 de Dezembro de 2013 - 17:49

Por Sabrina Valle - Agencia Estado

Compartilhar
 

Subiu para mais de 24,8 mil o número de pessoas que tiveram que deixar suas casas neste domingo, 22, no Espírito Santo após chuvas intensas provocarem inundações no estado. Na Serra, mais de 80 famílias tiveram de deixar suas casas até a madrugada de sábado, 21, para domingo pela ameaça de rompimento de uma represa.

O estado já havia registrado cinco mortos e 24 feridos até sábado. Até a manhã de domingo, mais de 100 milímetros de chuva foram registrados, em 24 horas, em Santa Leopoldina, Itarana, Santa Maria de Jetibá, João Neiva, Linhares, Domingos Martins e São Domingos do Norte. A previsão da Defesa Civil do estado era de mais chuvas para o fim do dia.

A secretaria Nacional de Defesa Civil manteve alertas de risco muito alto de inundação e deslizamento de terra na região serrana e alagamentos em Linhares e Colatina, região em que o Rio Doce está com nível de água alto.

Estão desabrigadas 4.485 pessoas, que estão em abrigos municipais. As restantes 20.342 desalojadas foram para casa de parentes e amigos. A Defesa Civil disse que o levantamento de pessoas afetadas pelas chuvas está prejudicado pela dificuldade de acesso as áreas afetadas.

Segundo a nota da Defesa Civil, uma senhora em Itaguaçu e um homem em Parajú foram soterrados por deslizamentos de terra. As outras três vítimas são dos municípios de Colatina, Nova Venécia e Baixo Guandu.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?