Publicidade

18 de Dezembro de 2013 - 08:25

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama se reuniu com executivos de tecnologia nesta terça-feira para tentar aliviar as suas preocupações sobre as operações de espionagem da Agência Nacional de Segurança (NSA, na sigla em inglês).

O encontro aconteceu um dia depois que um juiz federal declarou que o programa da NSA responsável pelas gravações telefônicas provavelmente viola a Constituição dos EUA.

Após a reunião, a Casa Branca emitiu um comunicado, informando que Obama disse aos executivos que acredita em uma internet livre e aberta.

A reunião na Casa Branca durou cerca de duas horas e incluiu vários executivos de empresas de tecnologia. Entre os participantes do encontro estavam o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, o presidente do Google, Eric Schmidt, a diretora de operações (COO, na sigla em inglês) do Facebook, Sheryl Sandberg e o presidente-executivo do Twitter, Dick Costolo.

"Nós apreciamos a oportunidade de compartilhar diretamente com o presidente os nossos princípios em matéria de fiscalização do governo. Nós lhe pedimos para avançar agressivamente com a reforma", disseram os executivos em uma declaração conjunta após a reunião. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?