Publicidade

16 de Dezembro de 2013 - 12:43

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A Organização das Nações Unidas (ONU) lançou nesta segunda-feira um apelo de quase US$ 13 bilhões para conseguir financiar suas ações humanitárias em 2014. Trata-se do maior apelo humanitário da história da ONU.

A intenção da ONU é atender 52 milhões de pessoas em 17 nações com os US$ 12,9 bilhões que pretende arrecadar. Mais da metade dos recursos será destinada à Síria e a países vizinhos.

Um ano atrás, a ONU lançou um apelo por US$ 8,5 bilhões para bancar suas ações humanitárias pelo mundo, mas a guerra civil na Síria obrigou a entidade a pedir doações adicionais ao longo do ano. Segundo a ONU, porém, apenas 60% dos valores requisitados chegaram aos cofres da entidade.

A subsecretária da ONU para assuntos humanitários, Valerie Amos, advertiu hoje que muitas pessoas passarão fome, ficarão sem abrigo e não poderão ser protegidas da violência se o apelo não for atendido.

Ao lançar o apelo, a ONU admitiu que os valores são muito grandes, mas considera o objetivo "atingível".

Ao detalhar, as cifras, a ONU informou que precisará de US$ 6,5 bilhões para atender aos refugiados sírios. Outras regiões carentes de vultosas doações são Sudão do Sul, Sudão, Somália, Congo, Filipinas, Iêmen, Afeganistão, Palestina, República Centro-Africana e Haiti. Fonte: Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?