Publicidade

11 de Janeiro de 2014 - 12:22

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

Uma autoridade palestina afirmou neste sábado que é impossível chegar a um acordo de paz com Israel sem Jerusalém Oriental como a capital do futuro Estado da Palestina, reporta a agência estatal chinesa, Xinhua. Nabil Abu Rdineh, assessor de mídia do presidente palestino, Mahmoud Abbas, disse, em uma declaração à imprensa feita por e-mail, que os palestinos nunca aceitariam outra cidade que não Jerusalém Oriental para ser a capital da Palestina.

Abu Rdineh rebateu declarações anteriores feitas pelo primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, que recusou negociar a questão de Jerusalém. Segundo o jornal israelense Haaretz, Netanyahu informou aos seus ministros do Partido Likud que rejeitará a inclusão da partilha de Jerusalém em um acordo de paz que os Estados Unidos tenta mediar entre Israel e os palestinos.

"Nós nos recusamos a excluir qualquer uma das principais questões relativas ao estatuto permanente, principalmente Jerusalém e o direito dos refugiados palestinos a voltar, e também a libertação de todos os prisioneiros palestinos de prisões israelenses", afirmou Abu Rdineh. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você está evitando contrair dívidas maiores em função da situação econômica do país?