Publicidade

18 de Janeiro de 2014 - 19:13

Por Gabriel Melloni - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Palmeiras teve muita dificuldade, esteve longe de ser brilhante, mas estreou com vitória na temporada 2014 neste sábado. No Pacaembu, a equipe, cheia de desfalques e ainda sem a maioria dos reforços contratados para o ano, saiu atrás no placar, mas buscou a virada no segundo tempo e venceu o Linense por 2 a 1 na primeira rodada do Campeonato Paulista, largando em vantagem no Grupo D da competição.

Se não teve boa parte dos reforços em campo - dos novos contratados, apenas Diogo e França estrearam -, o Palmeiras contou com um velho conhecido para vencer. Emprestado para o Vissel Kobe, do Japão, em 2013, o meia Mazinho voltou ao clube neste início de temporada e mostrou estar em condições de brigar por uma vaga. Ele marcou o primeiro gol da equipe e deu assistência para o segundo, de Alan Kardec.

Na segunda rodada, o Palmeiras terá pela frente na quinta-feira, às 21 horas, o Comercial, no Estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto. No dia anterior, às 19h30, o Linense vai em busca da recuperação contra o Rio Claro, em casa, no Gilbertão.

Neste sábado, o Palmeiras começou mostrando estar afim de jogo e quase chegou ao primeiro gol antes mesmo do primeiro minuto. Após boa jogada pela direita, Serginho cruzou e Mazinho tentou de carrinho, mas mandou por cima. No entanto, logo o Linense equilibrou o duelo com uma marcação mais forte e chegou até a ameaçar algumas chegadas ao gol de Fernando Prass.

Os comandados de Gilson Kleina davam claras mostras de falta de ritmo, mas a maior qualidade técnica fazia a equipe criar algumas chances, quase sempre com Mazinho. Aos 15, ele recebeu na entrada da área, cortou o zagueiro e bateu para fora. Aos 23, o meia invadiu pela esquerda e bateu forte, mas em cima de Anderson, que desviou com o pé.

As chances perdidas iam fazer falta. Isso porque aos 35 minutos o Linense abriu o placar. Após escanteio da direita cobrado por João Paulo, Fernando Prass saiu muito mal, a bola bateu em Tobi e sobrou para Anselmo. Com o gol vazio, o atacante bateu para marcar contra seu ex-time, onde foi criado nas categorias de base.

Os donos da casa até tiveram boa chance de empatar com Wesley, mas o Linense tomou conta da partida e quase ampliou em chute de João Lucas. Na volta para o segundo tempo, foi a vez de Tobi perder boa chance em sobra após escanteio da direita, que ele mandou por cima.

O Palmeiras tinha dificuldade em criar e o toque de bola sem objetividade irritou a torcida, que começou a vaiar o time. Até que aos 13 minutos Mazinho, melhor jogador da equipe, deixou tudo igual. Ele aproveitou cruzamento muito forte de Serginho, dominou na linha de fundo, cortou o zagueiro e bateu cruzado, sem chances para o goleiro, marcando belo gol.

O empate animou os donos da casa, que foram para cima e conseguiram a virada aos 22 minutos. Mazinho arrancou pela esquerda e tocou para Alan Kardec, que dominou, tirou Tobi da jogada e tocou entre as pernas de Anderson, com categoria, em outro belo gol da equipe.

Destaque palmeirense, Mazinho perdeu a chance de selar a vitória aos 27. Após bate-rebate, a bola sobrou para o meia dentro da área. Sozinho, ele encheu o pé de esquerda, mas jogou para fora. Foi o último lance do jogador, que saiu de campo aplaudido para a entrada de Vinícius.

A virada desanimou o Linense, que sequer ameaçava exercer uma pressão nos minutos finais. O time do interior ainda teve mais uma boa oportunidade aos 42 minutos, quando Leandro Ferreira exigiu defesa de Fernando Prass em chute de fora da área, mas parecia já ter aceitado a derrota.

PALMEIRAS 2 X 1 LINENSE

PALMEIRAS - Fernando Prass; Serginho, Tiago Alves (Felipe Menezes), Henrique e Juninho; Marcelo Oliveira, Renato, Wesley (França) e Mazinho (Vinícius); Diogo e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina.

LINENSE - Anderson; Gedeílson (Rodriguinho), Alex Morais, Tobi e João Lucas; Thiago Santos, Leandro Ferreira (Oliveira), Marcelo e João Paulo (Branquinho); Fernandinho e Anselmo. Técnico: Bruno Quadros.

ÁRBITRO - Leandro Bizzio Marinho (SP).

CARTÕES AMARELOS - Renato (Palmeiras); Alex Morais, Tobi, Thiago Santos, Marcelo (Linense).

RENDA - R$ 400.755.

PÚBLICO - 10.717 (12.324 total).

LOCAL - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você leva em consideração a escolaridade do candidato na hora de votar?