Publicidade

11 de Março de 2014 - 06:44

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

O papa Francisco anunciou a seus novos cardeais neste domingo regras que equivalem a um código de conduta: "nada de intrigas, fofocas, pactos pelo poder e favoritismo". O pontífice também pediu aos 19 homens que ele elevou a cardeais um dia antes que evitem se comportar como se estivessem numa corte real.

Durante sua homilia na Basílica de São Pedro, Francisco disse aos cardeais para se esforçarem para "ser santos". Para isso, os aconselhou a simplesmente amar aqueles que os hostilizam, abençoar os que falam mal deles e "sorrir para aqueles que talvez não mereçam isso".

Defendendo a humildade, o papa tenta reformar a hierarquia católica, que é criticada por ser arrogante, egoísta, mesquinha e desagradável. Escândalos envolvendo suposta corrupção e jogos de poder mancharam a alta burocracia do Vaticano nos anos anteriores à eleição de Francisco, que aconteceu em março.

Ao se dirigir aos fiéis na Praça de São Pedro, Francisco foi interrompido por gritos e aplausos depois de dizer que os bispos, cardeais e o papa precisam ser "bons servos e não bons patrões" do povo de Deus.

Na medida em que seu papado se aproxima do primeiro ano, Francisco vem atraindo enormes multidões para sua tradicional aparição da janela do Palácio Apostólico. Neste domingo, dia frio e com muitos ventos, a praça estava lotada com dezenas de milhares de pessoas. A quantidade de gente era duas ou três vezes maior do que a que a atraída por seu antecessor, Bento 16, em ocasiões semelhantes. Fonte: Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a retirada das pinturas de Lucio Rodrigues dos pontos de ônibus?