Publicidade

10 de Janeiro de 2014 - 18:34

Por Suzana Inhesta - Agencia Estado

Compartilhar
 

O governo do Estado do Paraná confirmou a reabertura do mercado do Irã para a carne bovina do Estado. Nesta quinta-feira, 9, o diretor-presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), Inácio Afonso Kroetz, e o representante da Organização Veterinária do Irã (IVO) no Brasil, Mohammad Reza Jabari, assinaram um acordo preliminar, que será formalizado na próxima semana, com o Ministério da Agricultura.

As compras de carne bovina do Paraná foram suspensas pelo Irã há pouco mais de dois anos, por ocasião da descoberta de um agente priônico causador da vaca louca (considerada não clássica) em um animal morto em 2010, no norte do Estado. "Com estruturas oficiais de controle sanitário mais eficientes podemos atingir mercados que agregam maior valor ao produto paranaense", explicou Kroetz em nota. Conforme o executivo, as negociações com o Irã começaram em 2013 e se intensificaram em dezembro, em Foz do Iguaçu, durante a 3ª Conferência Internacional da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), a partir do encontro com o chefe da Organização Veterinária do Irã, Seyed Mohsen Dastoor.

O acordo com o Irã vem ao encontro da expectativa da Abiec em reverter os embargos ao produto do Brasil ainda neste trimestre. Segundo levantamento da Abiec, dos 18 países que suspenderam compras por ocasião do episódio priônico, apenas cinco foram resolvidos, os quais representam 6,8% do total do volume exportado em 2012. As vendas continuam suspensas para Arábia Saudita, Líbano, China, Kuwait, Iraque, Japão, Catar, Usbequistão, África do Sul, Bahrein, Bielo-Rússia, Taiwan e Coreia do Sul.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você está fazendo pesquisa de preços para controlar o orçamento?