Publicidade

08 de Dezembro de 2013 - 17:42

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Parlamento da Grécia aprovou na madrugada deste domingo um plano orçamentário para 2014 que inclui 1,2 bilhão de euros em novos impostos, 3,2 bilhões de euros em cortes de gastos e 3,9 bilhões de euros em receita com taxação imobiliária. O Orçamento projeta crescimento de 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB) após seis anos consecutivos de recessão.

O texto recebeu 153 votos a favor e 143 contra, além de quatro abstenções, uma vez que a coalizão de governo do primeiro-ministro grego, Antonis Samaras, controla 154 das 300 cadeiras do Parlamento. O Orçamento, porém, ainda não foi aprovado pelos credores internacionais da Grécia e deve ser revisado em breve.

O Orçamento prevê um superávit primário de 2,9 bilhões de euros - número contestado pelos credores internacionais. O relatório de avaliação dos credores ainda está incompleto porque eles discordam do governo grego em uma série de projeções, assim como em novas medidas necessárias para 2014 e 2015.

Além disso, a Grécia ainda precisa receber a parcela de 1 bilhão de euros referente a julho, atrasada devido à recusa grega de fechar a estatal Hellenic Defense Systems (EAS). Fonte: Market News International.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?