Publicidade

02 de Janeiro de 2014 - 17:22

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Resgatados nesta quinta-feira todos os 52 passageiros que ficaram presos por mais de uma semana a bordo do navio russo Akademik Shokalskiy na Antártida, que está sem poder se mover desde a véspera de Natal. Com um plano elaborado pelas autoridades australianas, o helicóptero do navio chinês Snow Dragon resgatou os cientistas e turistas à bordo, uma dúzia por vez, em uma operação que durou cinco horas. Todos os 22 membros da tripulação devem permanecer no navio.

O esperado resgate se tornou possível após a melhora nas condições climáticas. Neve, ventos, fog e gelo fizeram as equipes de resgate recuarem várias vezes.

Os passageiros foram transportados de helicóptero por 11 quilômetros para o Snow Dragon, de onde seguirão de barca ao navio quebra-gelo australiano Aurora Australis. A partir daí, todos serão levados à ilha da Tasmânia, com previsão de chegada em meados de janeiro.

A chegada do helicóptero foi acompanhada pelo líder da expedição, Chris Turney, que postou em sua conta no Twitter um vídeo com o momento do pouso.

Mais cedo, a autoridade australiana para segurança marítima que coordenou o resgate, havia dito que a piora nas condições climáticas adiaria a expedição. Os responsáveis pelo resgate disseram nesta manhã que o gelo bloqueou o caminho que a embarcação teria que percorrer do navio australiano até o navio chinês.

O navio, que transportava muitos cientistas e turistas australianos, sendo a tripulação russa, ficou preso no gelo na véspera de Natal. Apesar de não poder se mover, o Akademik Shokalskiy não corre risco de afundar e possui suprimentos para os passageiros se manterem por semanas.

Três navios quebra-gelo tentaram chegar ao navio russo sem sucesso. O Aurora Australis conseguiu alcançar uma distância de 20 quilômetros do navio russo na segunda-feira, mas fortes ventos e a neve forçaram a embarcação a recuar para o mar aberto. Fonte: Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?