Publicidade

10 de Dezembro de 2013 - 05:13

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A Academia Chinesa de Ciências Sociais afirmou que o Banco do Povo da China (PBOC, o banco central do país) enfrentará um grande desafio para ajustar a inflação á meta em 2014 e para controlar a intensidade de oferta de moeda, informou o jornal 21 Century Business Herald.

De acordo com a publicação, a Academia acredita que o aperto da política monetária não pode controlar a inflação de modo eficaz, uma vez que o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) exceda 3,5%, e que pode prejudicar a retomada do crescimento econômico.

Segundo Xu Lianzhong, do departamento de monitoramento de preços da Comissão Nacional de Reforma e Desenvolvimento, a inflação deve subir para 3,5% em 2014. Fonte: Market News International.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?