Publicidade

08 de Dezembro de 2013 - 17:42

Por Marcelo Gomes - Agencia Estado

Compartilhar
 

Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Favela Cidade de Deus, na zona oeste do Rio, foram recebidos a tiros na localidade conhecida como Rocinha 2, por volta das 6h30m deste domingo, 08. Os PMs foram checar a denúncia, feita por um morador, de perturbação do sossego, quando se depararam com um homem armado.

O suspeito abriu fogo e tentou escapar. Houve perseguição e o suspeito, identificado como Tiago de Jesus de Oliveira, de 26 anos, foi capturado. Com ele, foi apreendido um carregador de pistola. A polícia suspeita que ele se desfez da arma durante a tentativa de fuga.

Enquanto Oliveira estava sendo conduzido à delegacia, moradores da localidade começaram a atirar pedras contra os policiais. Na confusão, um morador acabou ferido no rosto e foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade de Deus.

O comando das UPPs não informou se o morador foi atingido por uma pedra ou por um tiro. O caso foi registrado na 32ª Delegacia de Polícia (Taquara). O efetivo de PMs foi reforçado na Cidade de Deus para evitar novos tumultos.

Famosa mundialmente após ser retratada no filme homônimo, em 2002, a Cidade de Deus era uma das favelas mais perigosas do Rio até ser ocupada pelas forças de segurança. A comunidade ganhou a segunda UPP da cidade, em fevereiro de 2009.

A primeira UPP foi implantada no Morro Dona Marta, em Botafogo, na zona sul, em dezembro de 2008. Atualmente a cidade do Rio possui 36 UPPs. A promessa do governo do estado é inaugurar 40 unidades até dezembro do ano que vem.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?