Publicidade

02 de Dezembro de 2013 - 11:58

Por Carla Araújo - Agencia Estado

Compartilhar
 

A queda no índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial do Brasil, calculado pelo HSBC e que recuou para 49,7 em novembro, depois de atingir 50,2 em outubro, mostra que a economia está perdendo fôlego. A avaliação é do economista-chefe do banco ABC Brasil, Luis Otávio de Souza Leal. "A recuperação do quarto trimestre vai ser mais tímida", afirmou, ponderando que não incorpora os dados do PMI nas suas projeções.

Segundo ele, a semana começa com notícias ruins, já que o primeiro dado de novembro aponta para uma retração. "Não dá para ter ideia se o PMI tem uma boa correlação com o PIB, mas já sinaliza que a economia está perdendo fôlego", reforçou. "Provavelmente teremos um PIB do terceiro trimestre ruim amanhã", afirmou, referindo-se ao anúncio que será feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Leal estima um PIB negativo de 0,2% para o terceiro trimestre, mas pondera que o número de amanhã deve surpreender por conta da nova metodologia que incorpora mais dados do setor de serviços. "A probabilidade de erro é imensa, mas dificilmente vai escapar de um resultado negativo", afirma.

Apesar de manter a estimativa de expansão do PIB de 0,5% para o quarto trimestre, Leal pondera que as expectativas podem mudar. "Continuo achando que teremos um número positivo no quarto trimestre, mas as projeções podem mudar", avalia. Para o ano, ele ainda mantém a expectativa de PIB fechando em 2,6%.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?