Publicidade

16 de Janeiro de 2014 - 18:29

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A polícia indiana disse nesta quinta-feira que está perto de identificar os cinco homens que participaram do estupro coletivo de uma turista dinamarquesa em Nova Délhi na terça-feira. O caso reacendeu a polêmica sobre a violência sexual na Índia e ameaça manchar a indústria do turismo do país.

Três outros suspeitos foram presos mais cedo acusados de tomarem parte no ataque ocorrido na terça-feira, que durou quase três horas e aconteceu próximo à praça Connaught, área de comércio popular no centro de Nova Délhi, informou o porta-voz da polícia, Rajan Bhagat.

"Identificamos os criminosos. Todos eles são vagabundos", informou um oficial da polícia, segundo a agência de notícias indiana Press Trust.

A violência contra as mulheres na Índia virou notícia internacional desde que uma gangue estuprou uma jovem estudante indiana de fisioterapia de 23 anos em Nova Délhi em dezembro de 2012. Várias turistas estrangeiras têm sido alvo de ataques, o que chama a atenção internacional, mas as mulheres indianas são atingidas por este tipo de violência mais frequentemente.

Os dados do turismo caíram significativamente nos três meses após o estupro da estudante indiana em 2012. As visitas de mulheres, por exemplo, caíram 35%, segundo informou a Associação de Câmara do Comércio e Indústria da Índia. Embora o setor tenha apresentado alguma recuperação desde então, os recentes ataques a mulheres estrangeiras podem causar novos dados.

O turismo respondeu por 6,6% do PIB da Índia em 2012, último ano em que os dados foram disponibilidades. Fonte: Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da adoção de medidas, como tarifas diferenciadas e descontos, para estimular a redução do consumo de água?