Publicidade

13 de Dezembro de 2013 - 01:29

Por Marcos Dias de oliveira - Agencia Estado

Compartilhar
 

Mais de 100 denúncias chegaram até a Polícia Civil de Santa Catarina através de um e-mail criado especificamente para dar apoio às investigações sobre os envolvidos na briga entre torcedores de Atlético-PR e Vasco, ocorrida no domingo passado, na Arena Joinville, pela última rodada do Brasileirão.

Com isso, já foram identificados 40 torcedores dos dois clubes que teriam participado da briga e foi possível fazer a qualificação (obtenção dos dados pessoais do acusado) de outros 20 envolvidos. A informação é do delegado geral da Delegacia Regional, Dirceu da Silveira Júnior, que garantiu o indiciamento de todos cujas participações fiquem comprovadas pelas fotos e filmagens.

Nesta quinta-feira, segundo o delegado, foi encaminhado para o Fórum de Justiça o inquérito policial instaurado contra os três torcedores vascaínos que foram presos em flagrante ainda no domingo e seguem detidos na Penitenciária Industrial de Joinville. Leone Mendes da Silva, de 23 anos, Arthur Barcelos de Lima Ferreira, de 26 anos, e Jonathan Santos, de 29 anos, foram indicados por tentativa de homicídio, associação ao crime e incitação de violência.

Ainda de acordo com o delegado, o inquérito policial continua sendo feito, para identificar e indiciar os demais envolvidos, além de esclarecer as circunstâncias dos acontecimentos na Arena Joinville.

FERIDO - O torcedor atleticano Willian Batista da Silva, de 19 anos, continua internado no Centro Hospitalar da Unimed, em Joinville, sem definição de data para receber alta médica. Segundo os médicos, sua recuperação tem sido boa. Ele é o único que segue hospitalizado após a briga de domingo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?