Publicidade

11 de Dezembro de 2013 - 11:01

Por Thiago Moreno - Agencia Estado

Compartilhar
 

A polícia federal prendeu na manhã desta quarta-feira, 11, um ex-prefeito e dois secretários municipais da cidade de Triunfo, no interior do Rio Grande do Sul. Eles são acusados de compra de votos, nepotismo e recolhimento de parte do salário recebido pelos assessores para garantir a alternância do poder na cidade.

Os policiais ainda não informaram o nome do ex-prefeito nem dos secretários presos na operação.

Os policiais descobriram uma quadrilha que trabalhava de forma ilegal para manter a influência na administração do município, com uso de cargos públicos e eleitorais para angariar poder e comprar votos com terceirizações e outras práticas criminosas. A polícia revelou um esquema de corrupção eleitoral, falsidade ideológica e documental, formação de quadrilha, fraude em licitação e peculato.

Cerca de 150 policiais federais participaram da operação, chamada de TR-01. Eles cumprem cinco mandados de prisão temporária, seis de condução coercitiva e 40 mandados de busca e apreensão, além de 26 ordens judiciais de afastamento cautelar e proibição de ocupação de cargo público.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?