Publicidade

10 de Dezembro de 2013 - 20:25

Por Marcos Dias de Oliveira - Agencia Estado

Compartilhar
 

Na investigação policial, começa a engrossar a lista dos torcedores do Atlético-PR e do Vasco suspeitos de se envolver na briga do último domingo, na Arena Joinville, durante a última rodada do Campeonato Brasileiro. O delegado-chefe da Delegacia Regional de Polícia da cidade catarinense, Dirceu Silveira Júnior, disse nesta terça-feira que estão chegando informações da Delegacia de Proteção ao Turista do Rio e da Delegacia de Polícia Móvel de Futebol de Curitiba sobre o caso. Para facilitar o contato, foi criado até mesmo um e-mail específico para isso (denunciajogojoinville@pc.sc.gov.br).

Em relação ao número de torcedores denunciados, o delegado preferiu não divulgar mais detalhes, porque todos estão sendo investigados em seus respectivos Estados - "Para não atrapalhar as investigações dos colegas que tentam localizar os suspeitos, estamos trabalhando em sigilo neste primeiro momento", justificou. Segundo ele, também poderão integrar a lista dos denunciados os quatro torcedores (dois atleticanos e dois vascaínos) que sofreram ferimentos e foram hospitalizados depois da briga generalizada no domingo.

Os três torcedores vascaínos que foram presos em flagrante ainda no domingo - Leone Mendes da Silva, de 23 anos, Arthur Barcelos de Lima Ferreira, de 26 anos, e Jonathan Santos, de 29 anos - estão agora em prisão preventiva, após decisão da juíza da 1ª Vara Criminal de Joinville, Karen Schubert Reimer. Existe a possibilidade deles ficarem detidos até o julgamento do caso.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?