Publicidade

11 de Janeiro de 2014 - 18:58

Por Caio do Valle - Agencia Estado

Compartilhar
 

Os pontos de ônibus de São Paulo devem ficar mais informativos. O prefeito Fernando Haddad (PT) promulgou uma lei, publicada no

Algumas paradas da capital já contam com adesivos da São Paulo Transporte (SPTrans), empresa municipal que gerencia a rede de coletivos, que indicam quais linhas passam por ali, sem informar qual é o intervalo entre os coletivos. A maioria das paradas, no entanto, ainda não traz nada aos passageiros, dificultando o acesso a dados que podem ajudar nos deslocamentos.

Outras informações que deverão ser divulgadas nas paradas e pontos são as principais artérias percorridas no itinerário de cada linha, além da origem e destino. Dados sobre o entorno da parada também constarão dos painéis, bem como a integração dos percursos com outros modais, como os trens das Companhias do Metropolitano de São Paulo (Metrô) e Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

A lei, criada a partir de um projeto de 2010 dos então vereadores Mara Gabrilli (PSDB), Goulart (PSD), Floriano Pesaro (PSDB) e Marta Costa (PSD), tem 90 dias para ser regulamentada pela Prefeitura paulistana. Um concessão da administração municipal à empresa Otima prevê a troca e a instalação de 6,5 mil abrigos de ônibus, além de 10 mil totens indicativos de parada, na cidade até 2015. As substituições começaram em 2013.

O secretário municipal dos Transportes, Jilmar Tatto, tem dito em declarações recentes que um dos principais objetivos em 2014 é melhorar a comunicação dos serviços de ônibus com os passageiros do sistema, tornando-o mais confiável e previsível. Uma das metas é oferecer aplicativos para celulares gratuitos por meio dos quais os passageiros poderão ver quanto tempo falta para um determinado ônibus passar por uma parada.

Atualmente, a página Olho Vivo, da SPTrans, já permite ver a localização exata de todos os ônibus em qualquer linha do município, tornando possível aos passageiros se programarem um pouco melhor antes de sair de casa ou do trabalho para pegar um ônibus sem ter de passar muito tempo no ponto.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?