Publicidade

09 de Janeiro de 2014 - 12:49

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

O primeiro-ministro islamita da Tunísia, Ali Larayedh, anunciou sua renúncia em favor de um governo interino que vai supervisionar as novas eleições no país.

Larayedh, membro do partido islamita moderado Ennahda, concordou em deixar o cargo após longas negociações com a oposição, que aconteceram por causa que uma crise polícia iniciada com o assassinato de um político de esquerda, em julho.

A renúncia do governo liderado pelo Ennahda em favor de um gabinete de tecnocratas é vista como uma admissão implícita do fracasso os islamitas em gerir a transição no país após a queda, em 2011, do ditador Zine El Abidine Ben Ali .

A Assembleia do país está em meio ao processo de aprovar uma nova Constituição e as eleições para um novo governo serão realizadas neste ano.

"Eu espero que o país seja um modelo para a transição democrática", declarou Larayedh aos jornalistas nesta quinta-feira após apresentar sua renúncia no palácio presidencial. Fonte: Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?