Publicidade

04 de Dezembro de 2013 - 16:44

Por Ricardo Brandt - Agencia Estado

Compartilhar
 

A professora Ruth França dos Santos, de 52 anos, foi morta durante uma tentativa de assalto, quando ela saia de casa para o trabalho, na manhã desta quarta-feira, 04, no distrito de Barão Geraldo, área nobre de Campinas.

O marido, Moisés Ferreira dos Santos, contou à Polícia Militar que estava na garagem com os cachorros e sua mulher saiu com o carro. Foi quando três assaltantes chegaram em um Celta prata e abordaram a vítima.

Ruth estava em seu carro, um J3, e gritou assustada ao ver o assaltante. O criminoso disparou contra a professora. O carro da vítima ainda atravessou a rua de ré e bateu em poste na calçada oposta. O tiro transfixou o corpo da professora, que chegou a ser levada para o Hospital de Clínicas da Unicamp, mas morreu.

O delegado Cassio Piazolli, do 7º Distrito Policial, vai investigar o crime. A Polícia Civil passou a tarde desta quarta-feira em busca de imagens de câmeras de segurança do bairro. Segundo ele, o bairro não havia registrado um latrocínio esse ano.

Em toda a cidade de Campinas, a Secretaria de Segurança Público do Estado registrou 12 crimes do tipo de janeiro a outubro de 2013. Em todo ano passado foram registrados 4 latrocínios.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?