Publicidade

07 de Janeiro de 2014 - 21:22

Por Fabiana Cambricoli - Agencia Estado

Compartilhar
 

Os participantes do Mais Médicos e do Programa de Valorização dos Profissionais na Atenção Básica (Provab) poderão migrar entre os dois tipos de modalidade, caso continuem atuando na mesma cidade. A novidade está prevista no terceiro edital do Provab, lançado nesta terça-feira, 7, pelo Ministério da Saúde.

Assim como no Mais Médicos, os participantes do Provab atuam na atenção básica e ganham uma bolsa mensal de R$ 10 mil do governo federal. A diferença é que têm como benefício adicional pontuação extra de 10% na prova de residência. Como os profissionais do Provab participam do projeto por um ano, no máximo, eles poderão, agora, continuar trabalhando por mais tempo no mesmo local se migrarem para o Mais Médicos.

No sentido inverso, brasileiros do Mais Médicos formados em universidades nacionais ou com diplomas revalidados poderão migrar para o Provab. A opção não está aberta aos intercambistas. A migração, nesse caso, vale a pena para quem ainda vai fazer prova de residência e poderá se beneficiar com a pontuação.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?