Publicidade

19 de Dezembro de 2013 - 11:49

Por Priscila Arone com informações da Associated Press e da Dow Jones - Agencia Estado

Compartilhar
 

O presidente russo Vladimir Putin disse nesta quinta-feira que vai perdoar o fundador da Yukos, Mikhail Khodorkovsky, preso há mais de uma década. A declaração foi feita a jornalistas após extensa coletiva de imprensa concedida hoje pelo presidente.

"Mikhail Khodorkovsky...recentemente escreveu para mim e pediu perdão. Eles já foi privado de sua liberdade por mais de dez anos. É uma punição rigorosa", declarou Putin. "Ele pediu perdão por razões humanitárias. Sua mãe está doente e eu acredito que podemos tomar uma decisão e em breve assinar um decreto de perdão a ele."

A Yukos foi uma das maiores empresas do mundo e a maior da Rússia, com atuação nos setores de extração, transporte, refino e distribuição de petróleo. A empresa foi vendida para o grupo financeiro Baikal Financial, que posteriormente foi adquirido pela petrolífera Rosneft em 2007.

Um porta-voz de Khodorkovsky disse que "nós mesmos não sabemos de nada sobre isso. Estamos tentando descobrir o que está acontecendo."

Khodorkovsky, crítico do Kremlin, e seu parceiro de negócios Platon Lebedev estão presos desde 2003 por uma série de acusações de evasão fiscal, fraude e desfalque.

Os dois empresários, que já estiveram na lista dos mais ricos da Rússia, foram presos com o uso de procedimentos que, para muitos, tiveram como objetivo conter as ambições políticas de Khodorkovsky.

Quando as sentenças originais por fraude e evasão fiscal se aproximavam do fim, um segundo julgamento por desfalque e lavagem de dinheiro foi realizado em 2010, o que resultou na expansão da pena para até o final de 2016.

A sentença original de 13 anos foi reduzida recentemente, o que significa que Khodorkovsky vai sair da prisão em agosto de 2014. Lebedev deve ser libertado em maio do ano que vem. Fonte: Dow Jones Newswires e Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?