Publicidade

07 de Dezembro de 2013 - 09:07

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A Coreia do Norte afirmou neste sábado que "deportou" o norte-americano Merrill E. Newman, libertando o cidadão de 85 anos após mais de um mês de detenção.

Veterano da Guerra da Coreia, Newman visitava a Coreia do Norte com um amigo em uma excursão privada em outubro, quando foi detido por autoridades em um voo de ida a Pequim, pouco antes da decolagem. Segundo as autoridades, o norte-americano foi preso por causa de "atos hostis".

Em um breve comunicado da agência de notícias oficial de Pyongyang, a Coreia do Norte disse que tinha decidido libertar Newman "do ponto de vista humanitário" depois de levar em consideração "o seu sincero arrependimento... e sua idade avançada e sua condição de saúde"

As informações sobre a libertação de Newman foram divulgadas exatamente uma semana depois da publicação de uma suposta confissão assinada e um pedido de desculpas de Newman. A Coreia do Norte disse que Newman tinha entrado no país para procurar ex-guerrilheiros anticomunistas da Guerra da Coreia.

O anúncio da liberação de Newman ocorreu no mesmo dia que o vice-presidente dos EUA, Joe Biden, deve visitar a zona desmilitarizada que separa as duas Coreias. Biden disse que a Coreia do Norte "libertou hoje alguém que nunca deveria ter sido preso", acrescentando que ele ofereceu uma carona no Air Force Two. Mas Newman recusou.

Outro cidadão dos EUA que foi detido na Coreia do Norte, Kenneth Bae, permanece em Pyongyang mais de um ano após ser preso e enviado para um campo de trabalhos forçados. "Nós vamos exigir a sua libertação também", disse Biden. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?