Publicidade

05 de Dezembro de 2013 - 00:12

Por Marcelo Ribeiro Silva - Agencia Estado

Compartilhar
 

A agência de classificação de risco Moody´s afirmou nesta quarta-feira que o rating "Baa3" dos títulos do governo da Índia reflete o apoio de crédito soberano derivado de uma economia grande e diversificada e pelas reservas cambiais adequadas, em meio aos desafios impostos pelos grandes déficits fiscais, pela inflação recorrente e pela infraestrutura precária.

O relatório da agência de classificação de risco observa que, embora o crescimento do produto interno bruto (PIB) da Índia permaneça acima da média entre os países da mesma forma nominal, o crescimento desacelerou de uma média anual de 8,5% entre 2003 e 2010 para 4,8% no 3º trimestre de 2013.

Além disso, a Moody´s aponta que o clima de investimento e de competitividade da Índia são mais fracos do que os de países da mesma forma nominal. "Mesmo com os esforços políticos para estimular o investimento no ano passado, o seu impacto pode não ser evidente no curto prazo", avaliou a agência de classificação de risco.

A agência de classificação de risco espera uma lenta recuperação econômica no segundo semestre de 2014, se o crescimento global apresentar melhora e a inflação doméstica e as taxas de juros recuarem. Além disso, o resultado das eleições nacionais no próximo ano poderia afetar o crescimento.

A Moody´s ainda prevê que o déficit fiscal da Índia deve continuar superior ao registrado entre os seus pares. No entanto, apesar dos elevados déficits fiscais, a dívida do governo da Índia em relação ao PIB e os juros ante a receita são menores do que os registros de uma década atrás, em função do alto crescimento nominal do país e a sua taxa de poupança elevada, o que tem proporcionado condições favoráveis do financiamento da dívida pública.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?