Publicidade

05 de Dezembro de 2013 - 20:04

Por Gustavo Porto - Agencia Estado

Compartilhar
 

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, admitiu nesta quinta-feira, 5, pela primeira vez, que a recomposição da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de veículos será novamente parcial a partir de 1º de janeiro de 2014. A alíquota foi reduzida em 24 de maio de 2012, teve recomposição parcial em 1º de janeiro de 2013, mas a estagnação do mercado automotivo levou o setor a pedir o adiamento da recomposição do IPI cheio.

Mantega disse que ainda irá definir qual será a nova alíquota do IPI de veículos em janeiro, mas reforçou: "certamente a recomposição não será total porque isso seria para o setor". "Mas é uma recomposição parcial e nós estamos discutindo com o setor e até o final do mês poderemos anunciar", disse.

Hoje, o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, alertou para o fato de que, além de uma queda nas vendas de veículos, a recomposição da alíquota do IPI poderia trazer uma alta nos preços estimada entre 1,1% (parcial) e 5,6% (integral), levando-se em conta um carro de até mil cilindradas.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?