Publicidade

02 de Dezembro de 2013 - 16:13

Por Ricardo Brito - Agencia Estado

Compartilhar
 

O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), lamentou nesta segunda-feira, 2, a "morte precoce" do governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT). Em nota, Renan disse que Déda, vítima de um câncer gastrointestinal aos 53 anos, deixa "familiares, amigos e a população brasileira desolados". O governador de Sergipe foi um dos fundadores do PT.

"Déda foi um grande quadro do PT e um expoente da política nacional, tendo atuado, bravamente, na discussão dos grandes temas de Sergipe e do Brasil. Homem culto e de personalidade admirável, era dono de um carisma e de uma eloquência cativantes e de uma força notável. Essa força o acompanhou nos quatro anos durante os quais lutou contra a doença que, lamentavelmente, o consumiu. A política brasileira perde um grande nome. Os familiares de Déda e os sergipanos perdem um grande homem", afirmou.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?