Publicidade

20 de Janeiro de 2014 - 13:43

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O volante Renato abriu a temporada 2014 atuando mais adiantado no Botafogo, como um meia, e teve sucesso na tarefa, afinal, fez o gol do time no empate por 1 a 1 com o Resende, no último sábado, pela primeira rodada do Campeonato Carioca, no Raulino Oliveira. E o jogador fez um balanço positivo do seu desempenho na função, explicando que já havia a realizado em outros momentos da sua carreira.

"É um função que fiz no Sevilla, com nove gols no campeonato. Durante a semana, o Duda me perguntou se poderia atuar ali, disse que sim. Estou aqui para ajudar. É uma oportunidade de estar mais à frente, procuro entrar na área para quando a jogada sair finalizar bem", afirmou.

Além de atuar como meia, Renato foi o capitão do Botafogo na partida e ainda usou a camisa de número 10. O jogador, porém, descarta trocar seu número e destacou que prefere seguir com a 8, que recebeu das mãos do histórico craque Gerson na sua chegada ao clube.

"Até estranhei, mas vou voltar a ser o 8. Nesse jogo, foi porque ainda não há a numeração fixa. Fiquei feliz com o gol com a 10, mas voltar a jogar com a 8. Recebi a camisa com este número das mãos do Gerson, espero continuar com ela", disse.

Renato considerou natural a irregularidade apresentada pelo Botafogo no empate com o Resende. Para ele, a equipe vai evoluir aos poucos. Assim, ele espera uma atuação melhor nesta terça-feira, quando o time vai encarar o Bangu, no Estádio de São Januário.

"Foi um jogo em que sabíamos que íamos encontrar dificuldades. O Resende vem fazendo a pré-temporada antes, trabalha há mais tempo que a gente. Nossa equipe ainda não tem o entrosamento ideal, mas no geral não foi tão mal assim. Apresentou dificuldades no entrosamento, mas vem trabalhando para acertar já no próximo jogo. Tivemos nossas oportunidades, corremos bastante e lutamos, o jogo foi parelho. Esperamos melhorar a cada partida", comentou.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você está evitando contrair dívidas maiores em função da situação econômica do país?