Publicidade

05 de Janeiro de 2014 - 13:07

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

O petróleo voltou a jorrar em um dos maiores campos de exploração da Líbia operados pela multinacional espanhola Repsol. Apesar da retomada na produção, a Líbia ainda enfrenta uma tarefa dura para recuperar suas exportações em meio a insegurança e o bloqueio de portos de escoamento de petróleo no leste do país.

Sharara, que é localizado na região oeste e tem a Repsol como uma parceira, está produzindo 60 mil barris por dia, disse neste domingo Muhammad el-Harari, porta-voz da Companhia Nacional de Petróleo da Líbia. Ele confirmou a informação dada por um oficial no campo e disse que a produção deve crescer nos próximos dias. Sharara normalmente produz 300 mil barris por dia. A Repsol não comentou.

Na última semana, tribos nômades locais que ocupavam o campo concordaram em sair das instalações após chegarem a um acordo com o governo pelo reconhecimento de seus direitos civis.

Os terminais de petróleo do leste da Líbia, cujo bloqueio nos últimos quatro meses vem reduzindo dramaticamente as exportações do país, permaneceram fechados neste domingo, segundo informou el-Harari. Além disso, membros de joint-ventures estrangeiras expressaram preocupação com a insegurança crescente depois da morte de um empregado britânico de uma companhia de energia na semana passada. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?