Publicidade

04 de Dezembro de 2013 - 12:43

Por Ricardo Brito - Agencia Estado

Compartilhar
 

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, defendeu nesta quarta-feira, 04, em sabatina na Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado, que é preciso manter a competição do serviço de telefonia móvel no Brasil. Ele disse que a concorrência no setor é maior do que ocorre em alguns países da Europa, por exemplo. Segundo ele, no Brasil, há quatro grandes operadores, enquanto por lá geralmente são duas empresas.

"O que vai sustentar o serviço daqui a três anos é a transmissão de dados, então é importantíssimo a atuação da empresa. Estimular a competição, a Anatel trabalha com perspectiva de quatro empresas de telefonia móvel que achamos ser melhor para a competição", afirmou Rezende, em sua exposição inicial na comissão.

João Rezende, que está sendo sabatinado pela indicação para recondução ao cargo de conselheiro da Anatel, disse que a agência tem que manter uma infraestrutura para os grandes eventos que o País terá, como a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016.

O conselheiro afirmou ainda que a Anatel tem como desafio nos próximos anos continuar a cobrar excelência nos serviços prestados pelas operadoras, melhorar a cobertura da telefonia móvel para áreas rurais e acompanhar o aumento de cobertura de tecnologia 4G.

Em seguida, o também indicado para a agência, Igor Villas Boas, fez uma rápida exposição. No momento, os senadores fazem suas considerações. Em seguida, após as eventuais perguntas, a comissão deve votar as indicações em sessão secreta.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?