Publicidade

11 de Março de 2014 - 20:41

Por Demétrio Vecchioli - Agencia Estado

Compartilhar
 

Depois de perder do Real Garcilaso, na estreia, o Cruzeiro mostrou nesta terça-feira por que é um dos favoritos ao título da Copa Libertadores. Mostrando o futebol que o levou ao título brasileiro do ano passado, o time mineiro teve uma grande atuação contra a Universidad de Chile e goleou por 5 a 1 no Mineirão. Ricardo Goulart, com três gols e uma assistência, foi o destaque do jogo. Dagoberto marcou um de peito e deu outro para o meia.

Com o resultado, os quatro times do Grupo 5 da Libertadores têm três pontos. O Cruzeiro tem saldo positivo de três gols e lidera, seguido do Defensor, seu adversário do próximo dia 11 de março, uma terça-feira, no Uruguai. Entes, sábado, pega o Minas Boca pelo Campeonato Mineiro.

O JOGO - Logo no primeiro minuto, Marcelo Moreno roubou a bola no meio-campo e deu para Dagoberto, que tinha um corredor pela esquerda, invadiu a área, mas se atrapalhou na hora de chutar, adiantando demais a bola. A facilidade nos primeiros segundos mostrava quanto os mineiros seriam superiores durante a partida.

Até sair o primeiro gol passou-se mais de meia hora com o Cruzeiro pressionando a saída de bola e arriscando sempre que tinha espaço para chutar a gol. Até as batidas que pararam no ex-corintiano Johnny Herrera, porém, não chegaram a assustar o goleiro.

Isso até os 33 minutos, quando Dagoberto recebeu pela esquerda, quase sobre a linha lateral, fez jogada individual, e enfiou linda bola em profundidade para Ricardo Goulart, que marcou de carrinho, livre.

Cinco minutos depois, Dagoberto quem foi às redes. Ricardo Goulart recebeu pela direita da área, na linha de fundo, e cruzou para o atacante, que, com o gol livre, mandou de peito para as redes. O show continuou aos 43. Éverton Ribeiro bateu escanteio, Bruno Rodrigo desviou de cabeça e Ricardo Goulart concluiu.

Na segunda etapa, o domínio celeste prosseguiu. O quarto gol poderia ter saído quando Ricardo Goulart entrou na área fazendo fila, mas sofreu obstrução. O árbitro nada deu. Numa rara investida aos 20 minutos, Lorenzetti recebeu pela direita e bateu por cima de Fábio para descontar.

Foram mais alguns minutos com os chilenos jogando melhor até o Cruzeiro voltar a mandar no jogo. O quarto gol veio aos 39 minutos, novamente com Ricardo Goulart, após Dedé desviar escanteio batido por Ceará. Aos 44, Willian, que havia entrado no lugar de Marcelo Moreno, fechou a contagem com um chute da meia-lua.

CRUZEIRO 5 X 1 UNIVERSIDAD DE CHILE

CRUZEIRO - Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Rodrigo Souza, Lucas Lima, Éverton Ribeiro (Souza) e Ricardo Goulart; Dagoberto (Marlone) e Marcelo Moreno (Willian). Técnico - Marcelo Oliveira.

UNIVERSIDAD DE CHILE - Johnny Herrera; González, Caruzzo e José Rojas (Lichnovsky); Castro, Martínez, Rojas, Cereceda e Lorenzetti; Gutiérrez (Mora) e Rubio (Ramón Fernández). Técnico - Cristian Romero.

GOLS - Ricardo Goulart, aos 33 e aos 43, e Dagoberto, aos 38 minutos do primeiro tempo; Lorenzetti, aos 20, Ricardo Goulart, aos 39, e Willian, aos 44 minutos do segundo tempo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que campanha corpo-a-corpo ainda dá voto?