Publicidade

30 de Dezembro de 2013 - 17:34

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A noite de Réveillon será de fiscalização no mar e em terra. A Capitania dos Portos promete uma versão marítima da blitz da Lei Seca: os condutores das 250 embarcações que receberam autorização para aportar na orla de Copacabana estarão sujeitos a testes de bafômetro. Já na areia de Copacabana, 150 equipes do programa Lixo Zero vão multar os que sujarem a praia e o calçadão. A multa para quem joga lixo em via pública pode chegar a R$ 3 mil, em caso de grandes volumes. Uma guimba de cigarro equivale ao pagamento de R$ 157.

Trinta câmeras extras serão instaladas em Copacabana para monitorar a orla e 1.522 policiais militares reforçarão a segurança. Serão montados 300 banheiros químicos, 30 torres de segurança, e seis postos médicos. Também haverá 56 UTIs móveis.

Três palcos, com 22 atrações musicais, serão montados na Praia de Copacabana, onde são esperadas 2,3 milhões de pessoas. O palco principal, em frente ao Hotel Copacabana Palace, terá Lulu Santos, Nando Reis, Carlinhos Brown e a bateria da Unidos de Vila Isabel, campeã do carnaval 2013. No palco na altura da Rua Santa Clara se apresentarão, entre outros, a sambista Beth Carvalho, e as baterias da Beija-Flor e da Unidos da Tijuca. Também haverá shows no palco na altura da Avenida Princesa Isabel, no Leme. Os shows em Copacabana começam às 18h do dia 31 de dezembro, e terminam por volta das 3 do dia 1º de janeiro.

O tráfego de veículos será totalmente interrompido na Avenida Atlântica a partir das 15h do dia 31. Às 22h, todos os acessos ao bairro de Copacabana serão fechados, inclusive para ônibus, táxis e veículos com adesivos "trânsito livre". O estacionamento será proibido em 50 vias. Mesmo os moradores de Copacabana só poderão chegar ao bairro de carro até as 18h do dia 31.

Depois da virada, a prefeitura vai montar três bolsões para o embarque de passageiros em ônibus - na Enseada de Botafogo (para quem vai para zona norte e centro), na Lagoa, junto ao Corte de Cantagalo (ônibus para os bairros de São Cristóvão, Centro e Grajaú) e na Avenida Vieira Souto, em Ipanema, (para quem segue para a zona oeste). Não haverá bolsões de táxi porque a recomendação é a utilização do transporte público.

O metrô vai operar com bilhetes especiais, divididos por faixas de horário e vendidos com antecedência. Mais da metade dos 143 mil cartões de embarques colocados à venda já foram adquiridos. Durante a operação, que começará às 19h do dia 31 e se encerrará às 5h do dia 1º, só será permitido o embarque com cartões especiais.

Os trens suburbanos da SuperVia funcionarão 24 horas para atender à demanda de passageiros que estiverem voltando das festas de Réveillon. Serão oferecidos trens extras durante toda a madrugada do dia 1º de janeiro com partidas da estação Central do Brasil para os ramais Saracuruna, Japeri e Santa Cruz, atendendo a população que tiver como destino as zonas norte e oeste da capital e municípios da Baixada Fluminense.

Além de Copacabana, a cidade do Rio terá palcos com shows na Ilha do Governador, em Madureira, na Penha e em Ramos (na zona norte); em Sepetiba e Pedra de Guaratiba (na zona oeste); na Ilha de Paquetá (na Baía de Guanabara); e no Flamengo (na zona sul).

Também haverá atrações musicais em Mesquita, na Baixada Fluminense, e na Praia de Icaraí, em Niterói.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?