Publicidade

16 de Janeiro de 2014 - 18:52

Por Victor Vieira - Agencia Estado

Compartilhar
 

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), reiterou nesta quinta-feira, 16, a posição de que os "rolezinhos" são atividades culturais, não questão de polícia. "O rolê, o passeio, a volta é uma atividade cultural. É problema de polícia se há depredação, se há roubo", afirmou. O discurso é o mesmo adotado pelo secretário estadual de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, no dia anterior, 15.

Inicialmente grandes encontros promovidos por adolescentes da periferia em centros de compras da capital, os "rolezinhos" foram incorporados por movimentos sociais como estratégia de protesto. Ativistas negros, sem-teto e black blocs pretendem fazer manifestações em shopping centers, que monitoram os eventos e já conseguiram até bloquear páginas de redes sociais.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?