Publicidade

19 de Janeiro de 2014 - 19:01

Por Gabriel Melloni - Agencia Estado

Compartilhar
 

Para quem terminou a temporada 2013 aliviado, com boas atuações na segunda metade do Campeonato Brasileiro que evitaram o rebaixamento, a expectativa no São Paulo era de dias melhores para o início de 2014. Mas neste domingo, pela primeira rodada do Campeonato Paulista, o que se viu foi justamente o oposto. A equipe de Muricy Ramalho exibiu velhos erros, jogou muito mal e saiu de campo derrotada pelo Bragantino por 2 a 0, no Estádio Nabi Abi Chedid.

Assim, o São Paulo larga sem somar pontos no Grupo A do Paulistão e precisará de uma vitória na segunda rodada para se recuperar. O adversário será o Mogi Mirim, nesta quarta-feira, às 22 horas, no Morumbi. Já o Bragantino, que conquistou seus três primeiros pontos no Grupo D, terá pela frente o Penapolense, no mesmo dia, fora de casa, às 19h30.

Sem muitos reforços, a única novidade do São Paulo neste domingo foi o lateral Luis Ricardo. O uruguaio Álvaro Pereira ainda será apresentado, mas a impressão que ficou com a derrota foi de que o clube precisa urgentemente de reforços, principalmente no setor ofensivo. A torcida cobrou a diretoria, com os gritos de "queremos jogador", e o time, pedindo "raça".

O JOGO - O começo foi morno, com o São Paulo dando mostras claras de falta de ritmo de jogo, enquanto o Bragantino assumia uma postura mais defensiva, pensando no contra-ataque. Aos 12 minutos, Lincom foi puxado na área por Rodrigo Caio após cruzamento e ficou reclamando de pênalti. O time do Morumbi respondeu na sequência com boa jogada de Luis Ricardo, que Luis Fabiano demorou para bater e desperdiçou.

Mas as oportunidades eram escassas. Com tanta dificuldade para criar de ambos os lados, uma grande oportunidade só poderia aparecer em um lampejo individual. Foi o que aconteceu aos 29, quando Cesinha recebeu pela direita na intermediária, pedalou para cima de Wellington e tirou o volante da jogada. Quando chegava perto da área, a defesa abriu espaço e o atacante bateu rente à trave.

A chance refletia o melhor momento do Bragantino na partida e o primeiro gol sairia na sequência. Aos 35 minutos, Robertinho foi lançado pela direita nas costas de Reinaldo. Sozinho, o ala avançou e cruzou rasteiro. A bola passou por Lincom e por Rogério Ceni para encontrar Léo Jaime sozinho para marcar.

O São Paulo voltou para o segundo tempo mais ofensivo, com Cañete na vaga de Denilson, mas quem marcaria seria o Bragantino. Aos seis minutos, Cesinha recebeu pela direita e, mesmo de muito longe, resolveu arriscar. A bola encobriu Rogério Ceni, que só ficou olhando ela entrar no ângulo direito.

O segundo gol finalmente deu um pouco mais de emoção para o jogo. O São Paulo precisou ir para cima e perdeu boa chance com Luis Fabiano, que cabeceou por cima após cruzamento de Cañete. Na sequência, no entanto, Robertinho aproveitou contra-ataque e quase marcou, tocando por cima do gol.

A posse de bola era toda do São Paulo, que começava a assustar. Foi aí que apareceu a estrela de Rafael Defendi. Aos 20 minutos, Cañete, que entrou bem, cruzou a bola na cabeça de Ademilson, que exigiu grande defesa do goleiro. No rebote, Luis Fabiano brigou e tocou para Ademilson, que parou novamente em Rafael Defendi.

Mas o dia não era mesmo do São Paulo. Sem conseguir chegar ao gol, o time desanimou e diminuiu o ritmo. Cañete, Luis Fabiano e Ademilson ainda tiveram mais uma chance cada um, mas foi só isso, e os comandados de Muricy Ramalho deixaram o campo sob vaias da torcida.

BRAGANTINO 2 X 0 SÃO PAULO

BRAGANTINO - Rafael Defendi; Alexandre, Yago e Guilherme Mattis; Robertinho, Francesco Geandro, Gustavo (Mateus) e Léo Jaime (Denner); Cesinha e Lincom (Tássio). Técnico: Marcelo Veiga.

SÃO PAULO - Rogério Ceni; Luis Ricardo (Douglas), Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Reinaldo; Denilson (Cañete), Wellington, Maicon (Osvaldo) e Paulo Henrique Ganso; Ademilson e Luis Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho.

GOLS - Léo Jaime, aos 35 minutos do primeiro tempo. Cesinha, aos seis minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Cássio Luiz Zancopé (SP).

CARTÕES AMARELOS - Francesco (Bragantino); Rodrigo, Denilson (São Paulo).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprovou a seleção convocada por Dunga?