Publicidade

11 de Dezembro de 2013 - 13:01

Por Célia Froufe - Agencia Estado

Compartilhar
 

A saída de dólares supera a entrada em US$ 6,132 bilhões neste ano até o dia 6 de dezembro. O saldo é resultado de um total positivo de US$ 12,473 bilhões no segmento comercial e negativo em US$ 18,604 bilhões na área financeira. No mesmo período de 2012, o fluxo cambial total estava positivo em US$ 22,158 bilhões, de acordo com dados do Banco Central. Nos oito primeiros meses do ano, o saldo ficou positivo em US$ 2,238 bilhões, mas houve uma reversão da tendência em setembro, que acabou sendo acentuada posteriormente.

Os representantes do BC têm minimizado a reversão dos números para o terreno negativo. Eles asseguram que não há fuga de capitais do País, mesmo com a maior parte das retiradas sendo da área financeira. No encerramento do ano passado, o saldo ficou positivo em US$ 16,7 bilhões. Em 2011, a quantia de US$ 65,3 bilhões tinha sido a melhor desde 2007 e, em 2010, o resultado havia sido de US$ 24,3 bilhões. Em 2009, o saldo voltou a ser positivo (US$ 28,7 bilhões), depois de registrar saídas de US$ 938 milhões em 2008.

Na semana de 2 a 6 de dezembro, a saída de dólares superou a entrada em US$ 2,651 bilhões. As operações financeiras responderam por uma saída líquida de US$ 2,107 bilhões, diferença entre entradas de US$ 8,178 bilhões e saídas de US$ 10,285 bilhões. No comércio exterior, o saldo também foi negativo em US$ 544 milhões na primeira semana de dezembro, com exportações de US$ 3,836 bilhões e importações de US$ 4,380 bilhões. As vendas externas incluem US$ 635 milhões de Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC) no período e US$ 739 milhões de Pagamento Antecipado (PA), além de US$ 2,462 bilhões de outras operações.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?