Publicidade

11 de Março de 2014 - 04:48

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O pescador salvadorenho que diz ter ficado à deriva no mar por mais de um ano deixou o hospital onde estava sendo tratado por conta de efeitos psicológicos e físicos da jornada.

José Salvador Alvarenga disse hoje que não iria retornar à sua cidade natal, Garita Palmera, mas não informou para onde iria a seguir. "Estou bem, obrigado", disse a repórteres. O pescador, cercado pela família, médicos e um advogado, caminhou por conta própria e aparentava estar forte.

A história de Alvarenga atordoou o mundo quando foi encontrado duas semanas atrás com aparência robusta e quase sem queimaduras de sol, apesar de ter passado mais de um ano no mar. Após ser examinado, os médicos disseram que ele estava inchado e desidratado. Fonte: Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a realização de blitze seria a solução para fazer cumprir a lei que proíbe jogar lixo nas ruas?