Publicidade

15 de Dezembro de 2013 - 21:36

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Os dois últimos jogos do Torneio Inicial do Campeonato Argentino, neste domingo, deixaram os torcedores com os nervos à flor da pele por todo o país. San Lorenzo, Vélez Sarsfield, Newell´s Old Boys e Lanús entraram em campo para a disputa do título e quem se deu melhor foi o San Lorenzo, time de coração do papa Francisco, campeão pela 15.ª vez.

No estádio José Amalfitani, em Buenos Aires, o Vélez Sarsfield recebeu o San Lorenzo e o duelo ficou no empate sem gols. O resultado levou o time visitante a 33 pontos, contra 31 do adversário. Para ficar com o título, o San Lorenzo precisava então que Newell´s Old Boys e Lanús também empatassem em Rosário - quem ganhasse provocaria um jogo extra. E foi isso que aconteceu com a igualdade por 2 a 2, que fez com que ambos ficassem com 31 pontos.

As partidas estavam marcadas para começar às 18 horas locais (19 horas de Brasília), mas tiveram de ser atrasadas em meia hora por causa de um problema no estádio José Almafitani, casa do Vélez Sarsfield. Fogos de artifício foram encontrados no local na noite de sábado e a liberação só aconteceu 1 hora e meia antes do horário inicial do jogo, provocando o atraso de 30 minutos.

Em campo, Vélez Sarsfield e San Lorenzo fizeram um jogo muito equilibrado e com poucas chances de gol. As emoções estavam acontecendo mesmo no estádio Marcelo Bielsa, em Rosário. Especialmente no segundo tempo, quando o Newell´s Old Boys ficou duas vezes na frente no placar - com gols de Pablo Pérez e Izquierdoz (contra) -, mas sofreu os empates do Lanús com Goltz e Díaz. No entanto, a igualdade era inútil para os dois clubes e o título ficou mesmo para o San Lorenzo, que segurou o 0 a 0.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?