Publicidade

11 de Março de 2014 - 01:18

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Lucas Lima é a próxima atração do Santos. Com recursos do fundo investimentos Doyen Sports, o clube pagou nesta sexta-feira ao Internacional R$ 5 milhões pela compra de 80% dos direitos econômicos do meia de 23 anos, que jogou pelo Sport na Série B do Campeonato Brasileiro no ano passado. O novo reforço santista foi contratado em 23 de janeiro, quando Oswaldo de Oliveira mais corria o risco de perder Cícero.

Pela primeira vez, Lucas pôde treinar no campo na manhã desta sexta, no CT Rei Pelé. Aprovado nos exames médicos em 25 de janeiro, ele passou a morar no Hotel Recanto dos Alvinegros, anexo ao CT Rei Pelé, e até que o clube gaúcho fosse pago podia apenas treinar na academia.

Nesta sexta mesmo, Lucas assinou contrato por quatro anos e já estará à disposição de Oswaldo de Oliveira para o jogo contra o Comercial pela sétima rodada do Campeonato Paulista, terça-feira às 19h30, na Vila Belmiro.

"É um importante reforço para o clube. Apesar de jovem, tem muito para contribuir com sua experiência e qualidade técnica. Chega em um ótimo momento do time no Campeonato Paulista e esperamos que possa ajudar o Santos a manter a boa fase", exaltou o superintendente de futebol do Santos, André Zanotta.

"Acho que a ficha ainda não caiu, a sensação é única e eu não vejo a hora de jogar na Vila. Agora, quero fazer um bom Paulista. Acho que o grupo é novo, mas é muito bom. Quero estar disponível ao professor o mais rápido possível, fazer o meu melhor e ajudar o Santos a conquistar títulos", comentou o jogador, de 23 anos.

Lucas Lima é o terceiro reforço do Santos após o acerto com o técnico Oswaldo de Oliveira. O primeiro foi Leandro Damião, em dezembro de 2013, por R$ 42 milhões emprestados pela Doyen Sports, e o terceiro Rildo, cedido por empréstimo pela Ponte Preta e que já participou de duas partidas.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a Justiça agiu corretamente ao permitir, por habeas-corpus, a soltura dos ativistas presos durante a Copa?