Publicidade

21 de Janeiro de 2014 - 14:19

Por Sanches Filho - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Santos quer aproveitar o bom momento dos garotos Geuvânio e Gabriel - autor do gol da vitória contra o XV de Piracicaba, no último sábado, na Vila Belmiro - para somar mais três pontos contra o Audax, nesta terça-feira, às 19h30, no estádio do Pacaembu, pela segunda rodada do Campeonato Paulista, apesar dos inúmeros desfalques. Oswaldo de Oliveira perdeu mais dois titulares importantes: Arouca, contundido no pé direito, e Montillo, com um edema na panturrilha esquerda e que também pode estar de saída para o futebol chinês.

Além do capitão Edu Dracena, que operou o joelho e só volta a jogar depois da Copa do Mundo, Cícero continua com a situação indefinida no clube e se não receber aumento deve ir para o Fluminense. O volante foi liberado pelo departamento médico nesta segunda, mas treinou separadamente.

Alison, volante de marcação titular, faz tratamento para curar uma mialgia. A maior frustração é com relação à nova atração santista, Leandro Damião que só poderá jogar em fevereiro após o Internacional receber a segunda parcela dos R$ 42 milhões da transferência, no próximo dia 31.

Com tantos problemas, Oswaldo de Oliveira orientou treino tático de 20 minutos, no CT Rei Pelé, para armar o time. A principal mudança foi Thiago Ribeiro atuando improvisado na armação, mais afastado da área adversária, na função de Montillo. Cicinho foi deslocado para o lado direito do ataque, com a entrada de Bruno Peres na lateral direita. O chileno Eugênio Mena voltará na esquerda, saindo Émerson Palmieri. Alan Santos será o substituto de Arouca.

Oswaldo de Oliveira já previa dificuldade para escalar o time nos primeiros jogos do ano em razão do histórico de contusões de alguns jogadores e do pouco tempo para condicionar fisicamente o grupo. Ele tinha a intenção de poupar Arouca e Montillo, os jogadores que mais sentiram a carga do trabalho físico do inicio da pré-temporada já no último sábado, mas com as limitações do elenco, foi obrigado a escalar os dois. O que o técnico mais temia aconteceu. Montillo sentiu lesão na panturrilha esquerda ainda no primeiro tempo e Arouca, além de sentir o desgaste, sofreu uma pancada no pé direito.

A situação de Montillo é especial. O Santos investiu alto na contratação do meia de 29 anos, em janeiro de 2013, na esperança de que ele se destacasse, abrindo a possibilidade de transferência com lucro para algum grande clube do exterior. Mas o armador teve problemas de lesões e foi quase coadjuvante do Santos na temporada passada, com e sem Neymar.

Agora surgiu a oportunidade que o Santos não quer deixar passar de negociá-lo por aproximadamente R$ 30 milhões com o Shandong Luneng (clube chinês que contratou o técnico Cuca). O difícil vai ser convencer o argentino a ir para a China, mesmo com salário de quase R$ 1 milhão por mês, mais de o dobro do que ele ganha no Brasil.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?