Publicidade

02 de Janeiro de 2014 - 10:46

Por Altino Filho, especial para AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A pequena Sardoá, cidade mineira de pouco mais de cinco mil habitantes, que há duas semanas sofre com as fortes chuvas que atingiram boa parte do vale do Rio Doce, decretou estado de calamidade pública.

No último 17 de dezembro, seis pessoas, todas da mesma família, morreram quando a casa onde estavam foi soterrada por uma repentina avalanche de terra e lama. Além de dois adultos - um de 24 anos e outro de 50 - estavam no local quatro crianças: de dez, nove, sete e seis anos de idade.

Dos 104 municípios mineiros que comunicaram situação de emergência à Coordenadoria de Defesa Civil (Cedec), Sardoá foi a única de Minas Gerais que entrou em estado de calamidade pública. Os temporais que atingem todo o Estado causaram até agora 22 mortes e 59 cidades estão em situação de emergência.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?