Publicidade

11 de Março de 2014 - 23:38

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A esta altura do campeonato, os treinadores das 32 seleções que vão disputar a Copa do Mundo já têm praticamente prontos os elencos que levarão para o torneio, faltando apenas escolher um ou outro jogador - e certamente as dúvidas se referem a jogadores reservas, daqueles que são chamados para "completar o grupo".

Os amistosos deste meio de semana, os últimos antes da convocação para o Mundial, servirão para que os técnicos acabem com as últimas dúvidas, mas não só isso. A ocasião é importante para dar entrosamento às seleções, que não terão muito tempo para treinar antes do início da competição.

A pouco mais de três meses do Mundial, as comissões técnicas das seleções também estão preocupadas em avaliar o estado físico de seus jogadores - especialmente os mais badalados - e traçar estratégias para que eles cheguem ao torneio na melhor forma possível. A situação fica dramática quando se trata de atletas que estão machucados, como o colombiano Falcao García, que não sabe se poderá disputar a Copa.

Confira um pouco da situação das seleções de maior destaque na Copa:

BRASIL - Luiz Felipe Scolari têm algumas dúvidas para resolver em posições como as de goleiro, zagueiro e volante. A equipe titular do Brasil para o Mundial, no entanto, já está escalada desde a conquista do título da Copa das Confederações, no ano passado.

ESPANHA - Contra a Itália, nesta quarta-feira, Vicente del Bosque terá finalmente a oportunidade de testar Diego Costa como centroavante da equipe. Se tudo correr dentro do esperado, o sergipano será o titular no Mundial, embora Negredo, do Manchester City, esteja muito bem.

HOLANDA - O maior problema de Louis van Gaal é encontrar um lateral-esquerdo que mereça a sua confiança. O melhor jogador do país na posição, Daley Blind, do Ajax, estará no Mundial, mas o treinador já anunciou que deseja utilizá-lo no meio de campo.

COLÔMBIA - Os colombianos não têm outro assunto que não seja a situação de Falcao García, que está machucado e pode ficar fora da Copa. Em busca de opções, José Pekerman aposta em Ramos, do Hertha Berlim, um dos artilheiros do Campeonato Alemão.

URUGUAI - O time não terá Cavani nesta quarta contra a Áustria, mas nada que preocupe Oscar Tabárez para a Copa. O plano do treinador uruguaio continua sendo fazer a equipe jogar em função de Cavani e de Luis Suárez, que brilha intensamente no Liverpool.

INGLATERRA - Roy Hodgson convocou 30 jogadores para o amistoso contra a Dinamarca, nesta quarta, sinal de que ainda não tem um time pronto para a Copa. Jovens como Sterling e Shaw estão sendo testados e têm chance de serem convocados para o Mundial.

ITÁLIA - O técnico Cesare Prandelli voltou a mostrar que não abre mão da disciplina e deixou o titular De Rossi fora da convocação para o amistoso desta quarta contra a Espanha por ter agredido Icardi, da Internazionale, no jogo do último sábado. Machucados, os atacantes Balotelli e Giuseppe Rossi também estão de fora da partida.

FRANÇA - O jovem atacante Griezmann, da Real Sociedad, da Espanha, foi a grande surpresa de Didier Deschamps na convocação para o jogo contra a Holanda, nesta quarta. Ele está em ótima fase e é candidato a ser uma das revelações da Copa do Mundo.

ARGENTINA - Alejandro Sabella já tem o elenco que disputará a Copa praticamente fechado. Sua maior preocupação é a forma física de Messi, que sofreu várias lesões musculares nos últimos meses. A boa notícia é que ele voltou a jogar regularmente no Barcelona.

ALEMANHA - A posição que mais inquieta Joachim Löw é a de centroavante. Mario Gomez e o veterano Miroslav Klose passaram muito tempo lutando contra lesões e não estão em boa fora. Uma alternativa do técnico é jogar o Mundial sem centroavante.

PORTUGAL - A equipe depende demais de Cristiano Ronaldo e, por isso, Paulo Bento está tentando encontrar outros atacantes para fazer companhia ao craque. No amistoso contra Camarões, nesta quarta, o técnico poderá dar chance aos jovens Ivan Cavaleiro e Rafa.

BÉLGICA - Sem grandes dúvidas ou problemas com lesões, Marc Wilmots torce muito para que seus principais jogadores permaneçam saudáveis até a Copa. Especialmente o meia Hazard, craque do time, que vive excelente momento no Chelsea.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a retirada das pinturas de Lucio Rodrigues dos pontos de ônibus?