Publicidade

18 de Dezembro de 2013 - 20:46

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Senado aprovou nesta quarta-feira o acordo do orçamento federal para evitar uma paralisação do governo e trazer estabilidade à questão fiscal ao longo dos próximos dois anos. O projeto de lei será enviado ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para ser sancionado.

Na votação, o acordo elaborado pelo presidente da comissão do Orçamento da Câmara, Paul Ryan, e pela presidente da comissão do Orçamento do Senado, Patty Murray, foi aprovado por 64 senadores, enquanto 36 foram contrários ao projeto. Todos os 55 democratas e nove republicanos votaram a favor do acordo do orçamento.

Na terça-feira, o projeto de lei superou uma votação de procedimento de aprovação, que obteve 67 votos favoráveis e 33 contrários.

Antes da votação final do Senado, Murray disse que o acordo é um "passo na direção certa" e que deve ser visto como uma" melhoria significativa do status quo." Além disso, a senadora democrata afirmou que o acordo pode representar uma base para a continuidade do trabalho bipartidário em questões fiscais.

Na quinta-feira, o acordo havia sido aprovado na Câmara, com 332 deputados favoráveis e 94 contrários.

O acordo de orçamento estabeleceu o nível de gastos em US$ 1,012 trilhão para o ano fiscal de 2014, no meio do caminho entre o que queriam democratas (US$ 1,058 trilhões) e republicanos (US$ 967 bilhões). Para o ano fiscal de 2015, o nível de gastos foi estabelecido em US$ 1,014 trilhão.

Além disso, o acordo pretende reduzir o déficit público em entre US$ 20 bilhões e US$ 23 bilhões e estabelecer um compromisso de financiar a Administração federal além de 15 de janeiro. Fonte: Market News International.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você pretende substituir o ovo de Páscoa por outros produtos em função do preço?