Publicidade

19 de Dezembro de 2013 - 08:08

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

Washington, 18/12/2013 - O apoio da vice-presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Janet Yellen, à decisão da autoridade monetária em começar a reduzir o seu programa de estímulos conquistou o senador Joe Manchin, um dos mais céticos com indicação de Yellen à presidência do Fed.

Manchin tinha sido o único democrata no Comitê Bancário do Senado dos Estados Unidos a se opor a nomeação de Yellen para comandar o Fed. Nesta quarta-feira, porém, ele afirmou ter mudado de ideia e declarou apoio à candidatura de Yellen. A mudança teria sido determinada pelo fato de Yellen ter concordado com outros membros do Fed sobre a redução do programa de compra mensal de ativos.

"Eu só ficava pensando que era necessária uma redução do programa de estímulos do Fed. Eu sei que ela defendeu essa mesma posição", disse Manchin. O parlamentar afirmou que falou com Yellen sobre seu apoio na terça-feira. "Acho que ela ficou satisfeita", acrescentou.

No final de sua reunião de política monetária nesta quarta-feira, o Fed reduziu as compras mensais de ativos financeiros a partir de janeiro, de US$ 85 bilhões para US$ 75 bilhões ao mês.

Ben Bernanke, atual presidente do Fed, disse que Yellen "apoia plenamente o que fizemos hoje."

O Senado deve confirmar a nomeação de Yellen à presidência do banco central norte-americano até o final desta semana ou no fim de semana. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?